Apeprem | Previdência Complementar Para Servidores Municipais.
16223
post-template-default,single,single-post,postid-16223,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Previdência Complementar Para Servidores Municipais.

Previdência Complementar Para Servidores Municipais.

Reunião técnica discute criação de plano de previdência complementar para municípios paulistas

A criação de um plano de previdência complementar multipatrocinado para os municípios paulistas é a pauta principal de reunião técnica marcada para o próximo dia 21/11 na sede da Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (SP-PREVCOM), em São Paulo.

O plano tem por objetivo colocar à disposição dos municípios do Estado a estrutura, a experiência e a capacidade de gestão de planos de previdência complementar da SP-PREVCOM.

A ideia é que os servidores municipais possam ter complementação de aposentadoria, como já acontece com os estaduais, com redução de custos, já que não haverá a necessidade de implantar fundação própria no município e arcar com gastos com pessoal, estrutura física e sistemas.

A experiência e a rentabilidade dos recursos da fundação já atraíram Estados como Rondônia, em fase adiantada de implantação, e outras prefeituras como o município de São Paulo, em processo de levantamento e análise de dados. Reunião técnica ? Previdência Complementar para servidores municipais?

Público-alvo: representantes de entidades municipais de previdência do Estado de São Paulo;
Quando: 21/11/2017, das 10h às 13h;
Onde: sede da SP-PREVCOM (Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2701, 2º andar, Jardim Paulista, São Paulo ? SP);
Inscrições: nome, entidade, cargo e telefone via e-mail (para comunicacao@spprevcom.com.br).

A SP-PREVCOM é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, vinculada à Secretaria da Fazenda. Responsável pela gestão da previdência complementar dos servidores do Estado de São Paulo, a Fundação é pioneira na implantação do sistema do beneficio para funcionários públicos. A instituição foi também a primeira a obter autorização para firmar convênios de gestão de planos de previdência complementar de servidores de outros Estados, municípios e da União.

Atualmente, o fundo tem mais de 20 mil participantes e seu patrimônio ultrapassa R$ 750 milhões.